Celeste Jorge


LNEC – Laboratório Nacional de Engenharia Civil


foto Celeste Jorge_150px

Celeste Jorge licenciou-se em 1987 em Geologia Económica e Aplicada pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FC/UL). Em 1989 fez um curso de pós-graduação em Hidrogeoquímica e Contaminação de Aquíferos, nessa mesma universidade. Em 1993 obteve o grau de Mestre em Geologia de Engenharia pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. Em 2002 obteve o grau de Doutora em Ciências da Engenharia pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

A sua abordagem aos problemas ambientais remonta a 1987, tendo participado, na qualidade de jovem investigadora na FC/UL, com uma bolsa de investigação financiada pelo então INIC – Instituto Nacional de Investigação Científica, num Estudo sobre a Contaminação dos Níveis Aquíferos do Manto Basáltico Resultante da Intensa Atividade Agrícola – como hidrogeoquímica. Na continuidade desse estudo, e já no Labotatório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), na carreira de investigação, participou em diversos estudos de proteção dos recursos hídricos subterrâneos – como hidrogeóloga e hidrogeoquímica.

O seu percurso científico foi caraterizado por uma trajetória de temas em áreas científicas diversificadas, o que lhe concedeu um conhecimento multidisciplinar, com incursões pela engenharia sísmica, pela vistoria de estruturas enterradas, pelos estudos da estabilidade de taludes, etc.

A partir de 1994, o Departamento de Geotecnia, onde a investigadora desempenhou as suas funções até Dezembro de 2015, apostou na temática da Geotecnia Ambiental. Assim, passou a desenvolver trabalhos sobre a problemática dos locais contaminados, a nível nacional, e a nível europeu participou como representante nacional em dois projetos, nomeadamente, CARACAS (Concerted Action on Risk Assessment for Contaminated Sites) e CLARINET (Contaminated Land Rehabilitation Network for Environmental Technologies). Como representante do LNEC participou e continua a participar no NICOLE – The Network for Industrially Contaminated Land in Europe.

No geral, tem coordenado trabalhos de abordagem, estudo e definição de soluções de locais potencialmente contaminados por compostos orgânicos, metais, explosivos e ainda em áreas sobranceiras a locais de deposição final de resíduos – como geotécnica e especialista em ambiente.

A proteção da saúde pública e dos ecossitemas tem sido uma constante no seu desempenho profissional. A este desempenho veio aliar-se, a partir de 2011, a preocupação da segurança das populações urbanas, com o desenvolvimento de estudos e de metodologias de avaliação de risco relativos à aptidão à construção em áreas com instabilidades geotécnicas.

Em janeiro de 2015 ingressou no Departamento de Hidráulica e Ambiente, no Núcleo de Engenharia Sanitária, do LNEC, tendo em 4 de outubro de 2016 passado ao Grupo de Assessoria do Conselho Diretivo do LNEC.

Anúncios